Descubra os melhores artigos acerca do lifestyle Zmar
 

Com gelo e sem palhinha por favor!

Aproveite as férias e crie novos hábitos!

“B eber uma bebida com palhinha é um hábito relativamente recente, que se normalizou juntamente com a disseminação de bebidas gasificadas e a respectiva publicidade sensual de Pin-ups a beberem, com os seus lábios vermelhos, por uma palhinha. No entanto a verdade é que as vantagens associadas são poucas, até para a Pin-up… a palhinha retira o baton dos lábios de forma pouco uniforme e acentua rugas de expressão em volta dos lábios. Também a estreita cintura das Pin-ups contrasta com a ingestão de ar que beber por palhinha provoca.
Bem, e a lista de desvantagens para o organismo não fica por aqui. As crianças bebem muito mais quantidade de sumo e a acumulação de açúcar em zonas específicas da boca ajuda na formação de cáries e aftas.
E se estes argumentos por si só não chegam… veja então o impacto ambiental deste singelo objecto.
Para começar, por norma as palhinhas são de plástico, depois raramente são reutilizadas… e como se não bastasse a sua decomposição é muito morosa.
Mas não fica por aqui! Muito animais marinhos confundem as palhinhas com alimento. Segundo o jornal espanhol El Confidencial, a média diária de consumo de palhinhas é de 500 milhões.
Se de facto não passa sem a sua palhinha, recomendamos que adquira de cartão, bambu ou de metal, de forma a que possa lavar e reutilizar.
No fundo um objecto que é usado sem grande utilidade por 10 minutos e demora cerca de 10 anos a deteriorar-se.
Por isso, na próxima vez que pedir a sua bebida, peça sem palhinha por favor!

Decerto que tem outras sugestões amigas do Ambiente que poderá partilhar connosco! Por isso deixe-nos as suas eco-dicas e sugestões em comentário neste artigo!

Partilhar Artigo
Sem comentários

FAÇA O SEU COMENTÁRIO